Ideias

Algumas propostas que foram sendo desenvolvidas ao longo dos anos, desde de 2004. Talvez são inviáveis (ou foram um dia).
  • Proposta de intervenção urbana no Trevo do Bidico (SP-300)
  • Rodovia de Ligação Laranjal Paulista - Castello Branco
  • Reurbanização da Vila Zalla: melhoria de bairros urbanos
  • Operação Urbana "Ferroviária": implantação de praça, prolongamento de avenida e outros
  • Operação Urbana "Novo Centro": prefeitura, terminal de ônibus e remodelação de praça e outros
  • "Por uma Tietê sem barreiras": Calçadão e Ciclovia (Trabalhos Acadêmicos)
Nota: Para visualizar as plantas, você irá precisar já ter instalado o Adobe Reader.


Proposta de melhoria urbana no Trevo da SP-300 e entorno (2017)

Novo trevo e entorno
Novo trevo urbano da SP-300, interligando duas avenidas e urbanização de córrego em Laranjal Paulista/SP.

Proposta de intervenção urbana no Trevo do Bidico, em Laranjal Paulista, baseando-se no Estudo Viabilidade da Rodovia Mal. Rondon - Leste para concessão.

Uma ideia que vem se pensando há um bom tempo: um trevo novo interligando a Av. Pref. Hermelindo Pillon com Av. João Batista Baddo (para o Conj. Habitacional Carlos Vicente Di Santi), uma urbanização do canal do Rio Laranjal e resolve outros problemas do trevo antigo e acessos impróprios.

Downloads:

Rodovia de Ligação Laranjal Paulista - Castello Branco (2013)


Saída de Laranjal para Rodovia Catello Branco, somente 6,8 km (via Abóboras).

Ao invés de propor uma rodovia de 21 km, propõe-se aqui uma rodovia ligando a Estrada Vicinal Vereador Giovani Costa a Rodovia à Rodovia SP-143 (Pereiras - Cesário Lange), que passa bem próximo do bairro rural Abóboras. Seriam necessários apenas 6,8 km.

Vantagens:
  • Distância curta: um terço em relação a uma rodovia em linha reta.
  • Aproveitamento de vias exitentes: já existem estradas de terra em terreno pouco acidentado, desapropriações minimizados A SP-143 é uma rodovia que leva diretamente à SP-280 - Castello Branco quase em linha reta.
Downloads:


Reurbanização da Vila Zalla (2005-2004)

[Este estudo está marcado para ser refeito]
Estudo de Reurbanização na Vila Zalla e Bairro Pedro Pinto, Laranjal Paulista/SP.

Consiste de uma reurbanização de parte dos bairros Vila Zalla e Bairro Pedro Pinto onde há um longo histórico de ocupações, inclusive irregurares (ver imagem aérea do local). Este estudo foi concebido entre 2004 e 2005. Não foi precidida de um levantamento de dados, caso a caso, morador por morador, para balizar sua elaboração, então esta proposta fica aqui apenas como uma idéia, não como uma solução definitiva.

A proposta considera que o morador não deve ser deslocado do seu bairro. A idéia é preservar a rede de relações sociais, dos moradores, do comércio, e de suas referências culturais já construídas. Procura-se reordenar o traçado viário, prover áreas verdes, organizar o uso do solo, criar áreas para comércio. Também foi proposta uma passarela sobre a rodovia SP-300 e um loteamento/conjunto habitacional (parte noroeste da planta abaixo). Há ainda algumas propostas de expansão viária e para futuras expansões para Habitações de Interesse Social (AHIS).

Downloads:



Operação Urbana "Ferroviária" (2005-2004)

[Este estudo está marcado para ser refeito] Proposta de praça em área abandonada da FEPASA, prolongamento da Avenida Ayrton Senna - Centro e Jd. São Cristóvão, Laranjal Paulista/SP.

Esta proposta de Operação Urbana se compõe de: construção de um praça numa área abandonada da antiga FEPASA, prolongamento da Avenida Ayrton Senna da Silva, algumas propostas de implantação de prédios públicos e preservação de edificações da "vila ferroviária" (ver imagem aérea do local).

A praça foi proposta numa área próxima da praça central da cidade, aproveitando uma área ociosa onde se faziam as manobras dos trens, alguns trilhos já foram arrancados. Propõe-se a implantação de vários equipamentos de lazer para atender o centro da cidade, entorno e a cidade, como um anfi-teatro ao ar-livre e um parque infantil. Até mesmo uma parada para um trem turístico foi proposta.

O centro da cidade é sobrecarregado pelo trânsito, pois as vias principais se convergem para a praça central. A avenida Ayrton Senna da Silva hoje inicia-se na rua Ordele e termina na rua 10 de Outubro, quase que contornando o centro pelo oeste, mas é subutilizada. A idéia é prolongá-la nos sues dois extremos, até a rua Barão do Rio Branco e até a rua Donato Pastre, no Jd. São Cristóvão, aumentando a sua capacidade de captura de trânsito e dano uma nova alternativa para a rede viária.

Ao redor da desativada estação trem há construções antigas, várias em madeira, da época da Estrada de Ferro Sorocabana. Chamemos esta área de "vila ferroviária". Propõe-se a preservação e recuperação destes imóveis; muitos deles poderiam receber órgãos públicos, hoje em prédios alugados, concentrando os mesmos uma área estratégica da cidade, próxima do centro que poderia ser valorizada, mas que hoje está esquecida.

Downloads:

Operação Urbana "Novo Centro" (2005-2004)

[Este estudo está marcado para ser refeito] Nova Prefeitura, Terminal Urbano, Remodelação da Praça Armando Sales de Oliveira e Centro de Esportes e Lazer.

Esta Operação Urbana propõe: a remodelação da Praça Armando Sales de Oliveira, nova prefeitura a partir da existente, implantação de um terminal de ônibus e um centro de esportes e lazer (ver imagem aérea do local).

A Praça Armando Sales de Oliveira é hoje dividida em duas por um pátio de estacionamento (antigo pátio da rodoviária, já demolida) e um ponto de ônibus para qual todas as linhas urbanas se convergem. A ideia é unir a praça pela eliminação pátio de estacionamento, criando um espaço para os pedestres poderem transitar facilmente pelo local. Seriam previstos um ponto de taxi, baias de estacionamento e um piso elevado de 45 cm acima do chão que atuaria como um palco para pequenas manifestações culturais, palestras e apresentações ao ar-livre. O ponto de ônibus com todas as linhas seriam transferidos para um terminal de ônibus. As calçadas ao redor da praça seriam alargadas; em algumas esquinas, o leito carroçável seria estreitado para priorizar o pedestre e reduzir a velocidade dos veículos (veja a matéria Traffic calming).

A nova Prefeitura seria a expansão da atual pela incorporação de outros prédios públicos ao redor. A delegacia e posto de saúde seriam transferidos para outros locais; sendo estes transferidos, estas edificações passariam a fazer parte da prefeitura. Edificações improvisadas, "puxadinhos" e outDiversosras ampliações seriam demolidas, dando espaço para um trabalho paisagístico e de circulação para integrar os edifícios. Depois de um tempo, o antigo edificício da delegacia seria removido, e no lugar, uma prédio de dois pavimentos seria construído.

Isso é uma ideia de uma nova prefeitura aproveitando-se o prédio exitente, mas o ideal mesmo seria a prefeitura ganhar um novo prédio, que atendesse as necessidades operacionais e da população, locado próximo do centro da cidade e de fácil acesso, e esta idéia fosse dirigida para outros usos.

O terminal de ônibus seria implantado num antigo galpão de alvenaria de tijolos cerâmicos, próximo do centro. Este galpão seria adaptado e receberia tratamento para recuperar o seu estilo original na medida do possível que o novo uso permitisse. Seria feito abertura de vias para a circulação dos transportes. O local foi escolhido porque, além de ser uma edificação de porte, está próximo do Centro e possui acesso à vias importantes existentes e planejadas no Plano Diretor.

Ainda não seria o local ideal para um terminal. Outros lugares da cidade poderiam ser estudados.

O atual estádio seria transferido para outro local adequado (um centro olímpico), dando lugar para um Centro de Esportes e Lazer, disponível para a população, a qualquer dia, possuindo quadras poliesportivas, área para prática de skate, natação e outros. Não foi feito uma proposta detalhada, mas a idéia principal é converter um estádio em uma praça de esportes para toda a população usufruir a qualquer momento.

Downloads: